Em pleno século XXI, associado ao acelerado avanço tecnológico e seu efeito de caráter ético, emergem novos e constantes desafios no campo das políticas culturais. É imperativo que sejam consideradas como urgentes e importantes estratégias de preservação e conservação de patrimônios memoriais que corroborem ao contínuo desenvolvimento cultural e a intercomunicação das nações. Isso demanda pensar, debater e criar políticas que tenham como objetivo primeiro fomentar o desenvolvimento de coleções, a organização de acervos memoriais, a formação e a conservação de longo prazo das redes e dos conteúdos digitais de arquivos, bibliotecas, museus, institutos de pesquisa e culturais, fundações públicas e privadas, bem como outros serviços de documentação existentes. É no tempo presente que a rede mundial de produtores e usuários da informação digital determinará o futuro cultural das inteligências coletivas. Pernambuco, situado nesse cenário de interconexão global em rede, é reconhecido e respeitado pela riqueza e diversidade de sua economia cultural. No entanto, carece de mais políticas que promovam amplo e irrestrito acesso da população aos equipamentos, espaços e acervos culturais, particularmente, de forma continuada e com qualidade.

Ancorada nessa visão este projeto contribui com um conjunto de princípios que norteiam os programas estratégicos da uma rede global de instituições comprometidas com políticas de preservação, ações ininterruptas de prevenção de riscos e de conservação, bem como digitalização de acervos memoriais. É fato que, apesar dos visíveis esforços, as condições para implementação de grande parte dos projetos culturais e sociais são deficitárias. Ao considerar que tais esforços podem ser positivamente reconhecidos pela criação de produtos culturais, é importante lembrar que o acesso da população a esses produtos deve ser contínuo para que a iniciativa não se esgote no produto em si.

Este projeto corrobora com as ações de preservação da memória digital recomendadas pela UNESCO na sua Declaração de Vancouver. Insere, ainda, o Brasil e, por sua vez, o Estado de Pernambuco, de maneira inédita, no cenário internacional neste tipo de ação cultural nos campos da Filatelia, da História Postal das práticas memoriais. Ainda, a plataforma digital que resultará deste projeto contribuirá para a preservação, conservação e difusão da memória, da cultura e da identidade pernambucana em consonância com o Art. 3, Inciso VI do Plano Nacional de Cultura do Ministério da Cultura. O projeto, então, tem como objetivo de resgatar, preservar e prover acesso ao patrimônio documental postal de Pernambuco que, por sua vez, tem grande repercussão nacional. Este patrimônio resulta, por um lado, da documentação postal produzida no que chamaremos de período pré-filatélico (anterior a 1843) e pelo outro lado, pela documentação postal produzida no período filatélico (de 1843 em diante).

Destarte, o foco deste projeto é realizar uma pesquisa cultural no Fundo Correio Geral (CG), do Arquivo Público do Estado de Pernambuco, cuja finalidade é desenvolver a curadoria digital dessa documentação, por meio da identificação, catalogação, classificação, sistematização dos dados e criação de uma plataforma na Internet, que garanta o acesso irrestrito do público, bem como divulgar o legado da memória postal pernambucana que existe na instituição.

Justifica realizar essa pesquisa, inclusive, para que seja conhecida a condição de preservação e possibilidade de tratamento e divulgação de outros documento postais pernambucanos, considerando que socializar esse patrimônio significa criar a chance para que a população preserve e também renove o olhar sobre a sua própria identidade nacional, ao mesmo tempo, significa um fase inicial basilar para o desenvolvimento e a manutenção do Repositório Filatélico Brasileiro (REFIBRA) e da Bibliografia Filatélica Brasileira (BIFIBRA), ambos, projetos coordenadors pelo Grupo de Pesquisa IMAGO, vinculado ao Departamento de Ciência de Informação, da Universidade Federal de Pernambuco.

Veja todos os objetos digitais do acervo clicando aqui

Este projeto é uma Pesquisa Cultural no Fundo Correio Geral, em parceria com a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – FUNDARPEno período entre 1818 e 1840, do acervo do Arquivo Público do Estado de Pernambuco, com a finalidade de identificar e tratar esses documentos para dispô-los nesta plataforma digital para garantir acesso irrestrito ao público em geral.

O método utilizado para realizar essa pesquisa pode ser definido como:

 
1 VISITA AO ACERVO E CRIAÇÃO DE UM PLANO DE TRABALHO
1.1 Realizar visita técnica ao acervo do Arquivo Público do Estado de Pernambuco para verificar as condições do local e determinar a infra-estrutura necessária para o desenvolvimento desta pesquisa;
1.2 Reunir os profissionais deste projeto para elaborar um plano de trabalho para atuação na instuição onde será realizada a pesquisa;
1.3 Realizar um plano de comunicação para criação de uma plataforma digital para este projeto, além de pensar na construção textual e imagética das ações que serão realizadas;
1.4 Comprar material de escritório e técnico/específico para atuação dos pesquisadores no acervo que será trabalhado.
 
2 CRIAÇÃO DE UM PLANO DE PESQUISA
2.1 Abrir uma chamada nas Universidades para aproximar estudantes de graduação na área de Biblioteconomia, Arquivologia, Gestão da Informação, Comunicação e Design Gráfico para serem bolsistas pesquisadores deste projeto;
2.2 Selecionar os estudantes para participarem da construção do plano de pesquisa e de organização das peças e obras do acervo do fundo Correio Geral do Arquivo Público do Estado de Pernambuco junto com os coordenadores desta ação;
2.3 Apresentar plano de pesquisa para atuação no acervo do Arquivo Público do Estado de Pernambuco.
 
3 PESQUISA DO ACERVO DO FUNDO CORREIO GERAL DO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO
3.1 Contratar Bolsistas Pesquisadores para atuação na organização do acervo a ser trabalhado;
3.2 Apresentar metodologia a ser utilizada pela pesquisa no acervo do Arquivo Publico do Estado de Pernambuco;
3.3 Análisar peças do acervo e organizar os dados contidos nos objetos do acervo em um inventário (online);
3.4 Desenvolver um banco de dados para incorporar o inventário ao site que será criado para esta pesquisa cultural;
3.5 Elaborar textos técnicos, artigos e entrevistas sobre a pesquisa realizada;
3.6 Desenvolver de uma plataforma digital (site) que irá disponibilizar o acervo organizado pelos pesquisadores, além de seus textos técnicos, artigos e entrevistas sobre a análise das peças e sobre o processo vivido para realização deste trabalho;
3.7 Estabelecer, através de perfis nas redes sociais (facebook, twitter, instagram entre outros), uma comunicação contínua sobre as ações desenvolvidas por esta ação;
3.8 Contratar um designer para criação de uma identidade visual que auxilie na construção do layout do site além das peças gráficas e digitais previstas para comunicação da ação;
 
4 LANÇAMENTO DO SITE
4.1 Produzir um evento de lançamento para apresentação do projeto: convidar gestores e pesquisadores das instituições envolvidas nesta ação para falar dos processos vivenciados para realização das ações desta pesquisa cultural;
4.2 Desenvolver um plano de comunicação, de modo a atingir meios de comunicação como jornais – impressos e onlines, rádios e TVs;
4.3 Criar peças gráficas para panfletos digitais, postais e busdoor;
4.4 Contratar serviços de impressão gráfica para confecção dos postais;
4.5 Contratar serviços de divulgação em busdoor;
4.6 Entrar em contato via telefone e encaminhar convites digitais (newsletters) às instituições culturais e de ensino do Estado de Pernambuco;
 
5 FINALIZAÇÃO DO PROJETO E PRESTAÇÃO DE CONTAS
5.1 Organizar clipagem de comunicação com as matérias veiculadas sobre este projeto;
5.2 Preparar e entregar relatório de atividades desenvolvidas por esta ação;
5.3 Preparar e entregar relatório de prestação de contas dos serviços contratados para esta pesquisa cultural;
 

Leia o Relato da Experiência do Projeto:

 
 
Clique aqui e veja o press release para a Imprensa
FICHA TÉCNICA DO PROJETO LEGADO DA MEMÓRIA POSTAL

Coordenação
Diego A. Salcedo – Instituto Imago/DCI/UFPE
http://lattes.cnpq.br/6871433739604898

Produção Executiva
Ricardo Ruiz
http://lattes.cnpq.br/1050579903966512


Pesquisadora Arquivista
Danielle A. de Oliveira – DCI/UFPB
http://lattes.cnpq.br/4101773855592339

Pesquisador Historiador
Maria Cristina Balbino Ribeiro Cabral
http://lattes.cnpq.br/9784026831315159

Paleógrafo
Thiago G. Medeiros – Paleógrafo/IFRN
http://lattes.cnpq.br/5756371994289212

Pesquisadora bolsista
Carolina S. Cavalcanti – DCI/UFPE
http://lattes.cnpq.br/0425965078918808

Pesquisadora bolsista
Eline I. da C. Souza – DCI/UFPE
http://lattes.cnpq.br/2812434523428736


Pesquisadora bolsista
Jhoicykelly R. Pessoa e Silva – DCI/UFPE
http://lattes.cnpq.br/6232609274159385

Pesquisador bolsista – banco de dados
Ricardo Borges Brazileiro
http://lattes.cnpq.br/3533326565268124

Site – 3Ecologias
http://3ecologias.net/

Assessora de Comunicação: Verônica Fraidenraich

Designer: MaBi

Compartilhe